Dicionario [C]

CABA/CABRA – referente a homem, menino, etc.

CABOCLINHO – O mesmo que cabocolinho. Bloco carnavalesco cujos participantes desfilam fantasiados de índio. O instrumento em forma de arco-e-flecha, marca o ritmo dos passos.

CABRA – 1. Sujeito, pessoa, elemento. 2. Fêmea do bode. 3. Mestiço de mulato e negro

CABRA BOM – (Ou caba bom ). Sujeito agradável, atencioso, educado, gentil.

CABRA DA PESTE – Homem forte, decidido. Referente a um homem ou menino de boa índole. Ex: Seu Chico ajuda a todos! Êta cabra da peste!

CABRA RÚIN – (Ou caba rúin ). Sujeito ruim, bandido, badernista, bagunceiro.

CABUETA – Variação de alcagüete, delator, dedo-duro.

CABUETAR – Variação de alcagüetar, delatar.

CABULOSO – que aperreia, nervoso, chato, peitica. Ex: Victor é cabuloso demais!

CACHETEAÇÃO – Variação de caceteação . Amolação, maçada: Deixa de cacheteação com a bola, jogador rúin!

CACIMBA – Escavação em baixadas úmidas ou leitos secos de rio, na qual a água se acumula como num poço.

CAFUÇÚ – Trabalhador braçal

CAGADO – Emprega-se para dizer que uma pessoa tem sorte: Fulano num (1) perde uma no dominó; ô bicho cagado! . (1) Ver verbete.

CAGANDO E ANDANDO – que não está nem aí, não está preocupado. Ex: Arier tá cagando e andando.

CAGANDO NA CABEÇA DA GALERA – vide “cagando e andando”.

CAIPORA – Indivíduo sem sorte e que dá azar; azarado, infeliz (Em Tupi, significa “morador do mato???.

CALDINHO – Comida típica. Uma espécie de sopa.

CALDO DE BILA – fraco, sem gosto

CALOTEIRO – quem deve e não paga. (Ex: Micróbio me deve 100 reais, caloteiro da peste !)

CAMISA – Qualquer camisa ou camiseta que possua mangas. Camisa Social, Camisetas Polo, Camisetas Normais, etc.

CAMISETA – Regata

CAMBITOS – Pernas finas

CANDINHERO – (ê) Variação de pronúncia de candeeiro . Aparelho de iluminação alimentado por óleo ou gás, com mecha de algodão em forma de pavio.

CANGAIA – o mesmo que cangalha

CANGALHA – pessoa com as pernas arqueadas.

CANGOTE – pescoço. (Ex. Dei um cheiro no cangote dela)

CANJICA – Cural

CÃO CHUPANDO MANGA – o bom, o cara que sabe tudo, o tal, o “tampa de Crush”, o “supra sumo”

CAPOTARIA – Tapeçaria

CAPOTE – Galinha de angola

CAPOTEIRO – seria o tapeceiro

CARECER – Precisar de

CATA-CORNO – (ver. Bacurau)

CATABIU – buraco na estrada

CATINGA – mau cheiro

CATITA – Camundongo

CATOLÉ – Variação de catulé. (Do Tupi). Palmeira cujo coco proporciona um óleo utilizado na alimentação; anajá; o fruto dessa palmeira.

CATOTA – meleca do nariz

CATUCAR – Cutucar

CAVALETE – Escada domestica

CEBOLA – Utilizada em expressão de espanto. (Ex. Tá ca cebola. Que calor da cebola).

CHAMEGAR – namorar, se esfregar no namorado (ex: Tás triste assim por que, mulher? Falta de chamego)

CHAPISCO – Aplicação de argamassa e areia (até cimento) no muro, para torná-lo áspero. A palavra se origina (onomatopéia) do ruído produzido pela colher do pedreiro ao jogar a massa até o momento em que ela (a massa) se choca com a parede.

CHAPOLETADA – pancada forte.

CHAVE ESTRELA – Chave Philips

CHEGAR – Expressão de despedida: Vou chegando , Vou chegar . Quer dizer: ir embora.

CHEGA TÔ/TÁ – Chego a estar. (Ex: Aqui tá muito quente, chega tô ficando suado. Essa manga tá bem madura, chega tá amarelinha)

CHEGUE – Venha cá

CHEGUEI(OU CHEGAY) – de corres berrantes, de gosto duvidoso.

CHEIRO – beijo

CHIFRE – Ver gaia

CHUMBREGAR – Ver sarrar

CHUNCHADA – Zumbido

CIRANDA – Dança típica do litoral pernambucano. Os participantes giram de mãos dadas, em círculo, com passo característico e cantam, repetindo um refrão, enquanto a cirandeira ou o cirandeiro canta versos memorizados de geração a geração, ou de improviso. Encontrada particularmente em locais como a “estrada de Paulista”, entre esta cidade e Olinda, e na Ilha de Itamaracá.

COCA-COLA/FANTA – gay (Ex: Fulano é coca-cola)

COMER BROCHA – passar por apuros, por dificuldades (ex: Comi brocha para mudar o pneu do carro)

COMER O CARTÃO – Ser demitido, mandado embora.

CONFEITO – Balas ou outros docinhos

CONTRA-CHEQUE – Holerith

CORTAR JACA – estimular, ajudar o namoro de amigos ou parentes

CORÔCA – lagartixa (no interior de Pernambuco)

CRÉU – utilizado quando algo é muito difícil (ex.: Eita negócio difícil do créu)

CU-DE-BOI – problema infernal, cunfusão

CUVICO – Variação de cubículo. Pequeno cômodo.

Anúncios

Dicionário [B]

BACURAU – Último ônibus a passar na noite, também chamado de cata-corno. 2. Pássaro de hábitos noturnos. Também pode ser Camburão de Polícia.

BADOQUE – Estilingue, atiradeira.

BAITOLA – Viado

BANDA DE PÍFANOS – Zabumba. Composta por dois pífanos, caixa, bombo, tambor e pratos. Tocam em solenidades religiosas ou profanas.

BAQUE – queda.

BARROQUINHA – O mesmo que covinha (da bochecha)

BATORÉ – baixinho

BEXIGA – Utilizada em expressão de espanto. (Ex. Tá com a bexiga. Que calor da bixiga).

BICHINHO – Forma carinhosa de chamar alguem. ex: Ei bichinho, venha aqui

BIGU – pegar carona

BILA – bola de gude

BILIRO – grampo de cabelo

BILOCA/BIROCA – (ó) Pênis.

BISCOITO/BOLACHA – biscoitos são DOCES, enquanto bolachas são apenas as SALGADAS!

BITI-BITI – pereba, machucados

BIXIGA – Ver bexiga.

BIZU – dicas

BLUSA – Blusas, blusinhas femininas ou Camisas Masculinas.

BOLA DE MARRAIA – Bola de gude.

BOMBEIRO – frentista de posto de gasolina.

BORA – Oi

BORA/SIMBORA – significa vamos embora

BORBOLETA – Personagem do auto popular Pastoril. Na versão sacra, o pastoril é representado por adolescentes e crianças do sexo feminino e a Borboleta é vivida pela menina mais jovem de cada um dos cordões (Borboleta).

BORESTA – Fazer nada. (Ex: Ficar de boresta)

BORIMBORA – Vamos embora

BOROCOXÔ – algo sem muito valor, desgastado. Ex.: Esse livro ta muito borocoxô.

BORRÃO – bloco de rascunhos.

BOTAR CHIFRE – O mesmo que botar gaia . Ver gaia .

BOTAR GAIA – O mesmo que botar chifre. Ver gaia .

BRINCAR DE MESTRE VITALINO – alusão ao artesão de barro mestre Vitalino que significa o mesmo que defecar. (não existe qualquer sentido pejorativo ao eminente artesão pernambucano)

BRONCA – problema

BUGIGANGA – Quinquilharia, objeto de pouco ou nenhum valor.

BULIR – mexer em algo ou com alguem.

BULIÇOSO – aquele que gosta de mexer em tudo

—-

Veja também: Dicionário [A]

Dicionário [A]

A:

A BOLEU – Em grande quantidade, sem limite (Ex: Comprar a boléu)

A COMO É(|A COMÉ?|) – quanto custa (ex: A como é o quilo do tomate, seu Biu? Prá senhora é de graça, freguesa)

ABESTALHADO (|ABESTAIADO|) – bobo, besta, pateta.

ABILOLADO – (ver. abestalhado)

ACOCHADO – apertado (ex: Se aperreie não, doutor. Vou deixar os parafusos da roda do carro bem acochadinhos)

AFOLOSADO – frouxo, quebrado. Ex: Não sente na cadeira, doutor, que ela está afolosada!

AJEGADO – O sujeito que é bem dotado.

AGUADO – Diz-se do café sem açúcar

ALCATIFA – Carpete

ALISAR – Moldura do batente da porta

ALMA – Contração de Alma-ceboza

ALMA DE GATO – Sujeito que gosta de aprontar, tranquino, treloso.

ALMA-SEBOZA – Pessoa que tem maldade na mente (ex: Ladrão).

ALPERCATA(|ALPRECATA|) – sandália de couro

ALTEAR(|ALTIÁ|) – aumentar o volume da TV ou do aparelho de som

AMANSEBADO – Junto, Pregado, (ex: esses menino só vive amansebado!)

AMARRAR A CABRA – Embriagar-se, ficar de porre.

AMARRAR O JEGUE – ir embora.

AMOSTRADO – pessoa que gosta de aparecer, chamar a atenção.

APERREADO – Preocupado, com problemas, agoniado, situação de Stress, apoquentado, nervoso, em aperto financeiro.

E APOIS – e então

ARENGAR – Implicar, discutir, brigar

ARRASTA-PÉ – Forró

ARRETADO(1) – muito bom, excelente, maravilhoso (ex: Êta dicionário arretado)

ARRETADO(2) – irritado, com raiva de algo ou alguém

ARRIAR (1) – quebrar, não suportar,

ARRIAR (2) – descer, baixar (Ex: Fulano arriou as calças)

ARRIAR O BARRO – Cagar

ARRIBAR (1) – Subir

ARRIBAR (2) – Ir embora

ARRODEAR – dar a volta (ex: Mãe, o portão de casa está trancado. Arrodeia e entra pelos fundos, menino)

ARROMBADO (1) – é o cara que é o fodão, é o bonzão. Ver “Tampa de Crush”

ARROMBADO (2) – Bem, não precisa explicar né, o nome já diz tudo.

ASSANHADO – Pessoa empolgada, que chega junto das “muié”. Ex: Que menino mais assanhado, ja chega querendo me beijar!

AVALIE SÓ – interjeição equivalente a: imagine só, veja só.

AVEXADO – Apressado, afobado

AVEXAR – 1. Apressar, afobar. 2. Vexar, causar vergonha, humilhação.

AZUNHADO – Arranhado (por unhas ou não)

AZURETADO – confuso, no mundo da lua

ps:

PALAVRA(| x |), onde x é a pronúncia 😉