O que é isso, Brother?

É gente boa… O ator Henry Ian Cusick, que faz o Desmond em LOST, foi processado sexta-feira. O caso corre na Corte Superior de Los Angeles.

A acusação? Assédio sexual.

O taradão da ilha de Lost

O taradão da ilha de Lost

Quem acusou (ô palavrinha feia…) ele foi uma tal de Chelsea Stone, provavelmente figurante de algum episódio, já que não achei nada sobre ela no IMDB. Ela alegou que ele apalpou a bunda dela e ficou gemendo, e depois apertou seus peitos e enfiou a cara neles =D Eita caba dirmantelado!

Será que o nosso viajante do tempo se sairá dessa? Quem será a constante no processo? Penny ficará sabendo disso?

Nãaaaaaaaaaaao perdaaaaaaaaaaa! Mais informações aqui no Tarrascão (ou não).

Edit: Esqueci de mencionar a fonte

What’s in the Box?

Vídeo viral em 1º pessoa, muito bem feito, com elementos futuriscos e apocalípticos

 

—-

Não sei se é uma prévia de algo ou algum tipo de comercial feito por alguma agencia de publicidade…. mas foi feito na Holanda e possui elementos de Half-Life e trilha sonora de Lost.

Episódio Piloto: A Difícil Arte de Acompanhar Séries Direto dos EUASES

Eu, como nerd maroto, esperto e politicamente correto que sou, adquiri um tempo atrás uma incrível máquina que me proporciona viajar aos EUASES sempre que quero ver o episódio mais recente das minhas séries favoritas.

(quero estragar meu texto usando o sufixo “dade” pelo menos cinco vezes nesse próximo parágrafo, vamos ver se eu consigo)

Porém, com sua incrível funcionalidade, essa máquina proporciona uma facilidade que acabou, de certa forma, por gerar uma total incapacidade da minha pessoa em acompanhar tudo que eu assistia. A cada ida a terra do Tio Sam, eu acabava por descobrir mais uma série, e outra, e outra, e outra, até que cheguei ao atual ponto, onde de tanto ter que ir não tenho mais tempo pra assistir a tudo, gerando um acumulo incrivelmente enorme de episódios atrasados.

(não consegui :~)

Tomemos Lost como exemplo. Desde a estréia da quinta temporada eu tenho ido aos EUASES, mas até agora não assisti NENHUM episódio, já acho até que o melhor é me preparar para uma maratona com toda a temporada de uma vez. Foi mais ou menos o que eu fiz com The Big Bang Theory, que resolvi o problema do atraso assistindo quinze episódios de uma vez.

Esse acumulo de viagens atrasadas também gerou outro inconveniente. De tanto correr atrás do atraso, por mais que eu me esforce e viaje, a nova sofra ainda não começou pra mim. Ou seja, ultimamente eu estou vivendo de séries do passado.

Link cultural de quarta

O link cultural dessa semana não tem nada de cultural. Mas que se dane, a gente gosta de lost mermo.

Kate

Kate

Este post serve pra mostrar que foram lançados os títulos dos próximos episódios da quinta temporada de lost. A seguir segue a lista, as datas e suas respectivas traduções.

  • 18 de março – Episódio 5×09 “Namaste
  • 25 de março – Episódio 5×10 “He’s Our You” (Ele é o Nosso Você)
  • 1 de abril – Episódio 5×11 “Whatever Happened, Happened” (O que Aconteceu, Aconteceu)
  • 8 de abril – Episódio 5×12 “Dead is Dead” (Morto é Morto)
  • 15 de abril – Episódio 5×13 “Some Like it Hoth” (Alguns Gostam Disso como Hoth – é um planeta de Star Wars)
  • 29 de abril – Episódio 5×14 “The Variable” (A Variável – oposição à Constante?)
  • 6 de maio – Episódio 5×15 “Follow the Leader” (Siga o Líder)
  • 13 de maio – Episódios 5×16 & 5×17 “The Incident” (O Incidente)

Os títulos dos episódios são beeeem sugestivos, além disso fiquem felizes porque o próximo episódio sai hoje.

Abaixo segue o link cultural: Lostpedia.

Os dados dos episódios eu peguei daqui.

Explicando o post anterior

Bem, como vocês perceberam, o velhinho latinha viu um vídeo, não gostou muito e jogou a culpa em cima de mim.

Que fique claro que eu nem assisti esse vídeo. Só vi uma reação no Bobagento e lembrei dessa imagem que vi no Capinaremos

1guy1cup

Eu ri =D

Viagem no Tempo: Paradoxo do Avô

bttf

...Or Not

O que seria o ‘Paradoxo do Avô’? Trata-se de uma das mais famosas questões do mundo Cientifico: O Conflito entre a lógica e a Matemática.

Imagine que você viajou numa ‘máquina do tempo'(imagine um delorean modificado) até chegar na época do cu quadrado para que pudesse encontrar seu avô quando ele ainda fosse um muleque travesso. E se você, a fim de fazer um teste científico, ou por pura maldade mesmo, matasse seu futuro-avô aaaaaaantes que ele tirasse a honra da sua avó (gerando seu pai ou sua mãe)?

Se ele (vôim) morreu antes de desvirginar sua mulher (vóinha), como você – o famigerado viajante assassino do tempo – poderia ter voltado no tempo se o casal ainda nem tivera gerado seu pai/mãe, quem ia ‘fazer’ você? Você simplesmente acabara de alterar (ou acabar com) os eventos responsáveis pela sua existência, seu mané!Se você viveu até certo ponto, voltou no passado e matou seu avô, como no futuro existia uma linhagem de parentes que chegaria até você? Hum? Espertinho!? É exatamente aí que surge o ‘Paradoxo Temporal’ manja?

Porééééém, segundo uns amigos do mago os cientistas a vida é uma linhagem pré-determinada, por isso: você não pode modificar o tempo ao voltar para o passado ( Daniel Faraday?). Com isso, você nao estaria DE FATO voltando no tempo, você estaria numa espécie de, os quadrinhos chamariam de “Universo Paralelo”, cujo sua viagem no tempo para, absurdamente, matar o coitado do seu avô já estaria pré-determinada. Hum?

—-

Seu cérebro também explodiu? Você percebeu que Lost segue essa linha de pensamento? 😉

Ficção Cientifica

Bem, aqui no TarrasCão o pessoal é meio ligado em viagens, teorias e…ficção científica. É notório que muita gente não goste por conta justamente dessas viagens.

Segundo a wikipedia, Ficção Científica é qualquer história fantástica que inclua a ciência como “componente essencial”, seja no tempo passado, presente, ou futuro, ou variando no tempo. 😉

Oficialmente, a primeira obra de ficção Científica foi Frankstein (1816) escrito por Mary Shelley, mas também encontrei vagando aqui pela internet quem diga que Micrômegas (1752) de Voltaire tenha sido o primeiro. Pra que isso tudo? Isso tudo pra chegar em Isaac Asimov, Robert A. Heinlein e Arthur C. Clarke. Estes caras são considerados os “Três Grandes” do estilo. Sabe I, robo”, “Fantastic Voyage”? Asimov! (entre outros 509 titulos). Sabe “2001 – A Space Odyssey”? Clark. O livro No mundo da ficção científica, de Asimov pode ser tratado como um manual da ficção científica, portanto, quem quiser saber mais do assunto deve dar uma lida. (infelizmente não achei nenhum e-book pra download)

backtothefuture

>ZONA DE SPOILER DE LOST(até o 5.05)<

Depois disso tudo, encerramos com: LOST TÁ FODA! Tem milhares de teorias circulando pela net, todo mundo com as cabeças explondindo, essa parada de “perdidos no contínuo espaço-tempo” tá muito foda. Essas viagens no tempo parece que estão ‘escritas’ pra acontecer…

—-

fonte: wikipedia, um bocado de blogs, comunidades do orkut e meu cérebro