Dica de site

Tá… eu sei que eu não sou ninguem para vocês estarem recebendo dicas, mas fica ai do mesmo jeito:

http://www.dicionarioinformal.com.br/

Trata-se de um dicionário criado por quem acessa o serviço. Alguns exemplos de boas definições estão logo abaixo:

1. peralta
Enviado por Hugo Moura (RJ) em 28-03-2007.
Clique aqui se você CONCORDA com essa definição! 22 sim, 13 não Clique aqui se você NÃO CONCORDA com essa definição!
   
  Gíria idosa: Pessoa Levada ou Rebelde.
   
  – Oh coisa horrorosa, mas que menino peralta, misericórdia!

3. chavasca
Enviado por Ederson Ghader Basílio (MG) em 03-11-2008.
Clique aqui se você CONCORDA com essa definição! 1 sim, 7 não Clique aqui se você NÃO CONCORDA com essa definição!
   
  Um buraco muito grande.
   
  Ontem eu atolei em uma chavasca.

 

Alguns  dos legais que encontrei… busquem lá que vocês acharão coisas muito interessantes lá. heheheh (engraçadas e inúteis também).
Afinal, tarrascao tbm é cultura!!

Dicionario [C]

CABA/CABRA – referente a homem, menino, etc.

CABOCLINHO – O mesmo que cabocolinho. Bloco carnavalesco cujos participantes desfilam fantasiados de índio. O instrumento em forma de arco-e-flecha, marca o ritmo dos passos.

CABRA – 1. Sujeito, pessoa, elemento. 2. Fêmea do bode. 3. Mestiço de mulato e negro

CABRA BOM – (Ou caba bom ). Sujeito agradável, atencioso, educado, gentil.

CABRA DA PESTE – Homem forte, decidido. Referente a um homem ou menino de boa índole. Ex: Seu Chico ajuda a todos! Êta cabra da peste!

CABRA RÚIN – (Ou caba rúin ). Sujeito ruim, bandido, badernista, bagunceiro.

CABUETA – Variação de alcagüete, delator, dedo-duro.

CABUETAR – Variação de alcagüetar, delatar.

CABULOSO – que aperreia, nervoso, chato, peitica. Ex: Victor é cabuloso demais!

CACHETEAÇÃO – Variação de caceteação . Amolação, maçada: Deixa de cacheteação com a bola, jogador rúin!

CACIMBA – Escavação em baixadas úmidas ou leitos secos de rio, na qual a água se acumula como num poço.

CAFUÇÚ – Trabalhador braçal

CAGADO – Emprega-se para dizer que uma pessoa tem sorte: Fulano num (1) perde uma no dominó; ô bicho cagado! . (1) Ver verbete.

CAGANDO E ANDANDO – que não está nem aí, não está preocupado. Ex: Arier tá cagando e andando.

CAGANDO NA CABEÇA DA GALERA – vide “cagando e andando”.

CAIPORA – Indivíduo sem sorte e que dá azar; azarado, infeliz (Em Tupi, significa “morador do mato???.

CALDINHO – Comida típica. Uma espécie de sopa.

CALDO DE BILA – fraco, sem gosto

CALOTEIRO – quem deve e não paga. (Ex: Micróbio me deve 100 reais, caloteiro da peste !)

CAMISA – Qualquer camisa ou camiseta que possua mangas. Camisa Social, Camisetas Polo, Camisetas Normais, etc.

CAMISETA – Regata

CAMBITOS – Pernas finas

CANDINHERO – (ê) Variação de pronúncia de candeeiro . Aparelho de iluminação alimentado por óleo ou gás, com mecha de algodão em forma de pavio.

CANGAIA – o mesmo que cangalha

CANGALHA – pessoa com as pernas arqueadas.

CANGOTE – pescoço. (Ex. Dei um cheiro no cangote dela)

CANJICA – Cural

CÃO CHUPANDO MANGA – o bom, o cara que sabe tudo, o tal, o “tampa de Crush”, o “supra sumo”

CAPOTARIA – Tapeçaria

CAPOTE – Galinha de angola

CAPOTEIRO – seria o tapeceiro

CARECER – Precisar de

CATA-CORNO – (ver. Bacurau)

CATABIU – buraco na estrada

CATINGA – mau cheiro

CATITA – Camundongo

CATOLÉ – Variação de catulé. (Do Tupi). Palmeira cujo coco proporciona um óleo utilizado na alimentação; anajá; o fruto dessa palmeira.

CATOTA – meleca do nariz

CATUCAR – Cutucar

CAVALETE – Escada domestica

CEBOLA – Utilizada em expressão de espanto. (Ex. Tá ca cebola. Que calor da cebola).

CHAMEGAR – namorar, se esfregar no namorado (ex: Tás triste assim por que, mulher? Falta de chamego)

CHAPISCO – Aplicação de argamassa e areia (até cimento) no muro, para torná-lo áspero. A palavra se origina (onomatopéia) do ruído produzido pela colher do pedreiro ao jogar a massa até o momento em que ela (a massa) se choca com a parede.

CHAPOLETADA – pancada forte.

CHAVE ESTRELA – Chave Philips

CHEGAR – Expressão de despedida: Vou chegando , Vou chegar . Quer dizer: ir embora.

CHEGA TÔ/TÁ – Chego a estar. (Ex: Aqui tá muito quente, chega tô ficando suado. Essa manga tá bem madura, chega tá amarelinha)

CHEGUE – Venha cá

CHEGUEI(OU CHEGAY) – de corres berrantes, de gosto duvidoso.

CHEIRO – beijo

CHIFRE – Ver gaia

CHUMBREGAR – Ver sarrar

CHUNCHADA – Zumbido

CIRANDA – Dança típica do litoral pernambucano. Os participantes giram de mãos dadas, em círculo, com passo característico e cantam, repetindo um refrão, enquanto a cirandeira ou o cirandeiro canta versos memorizados de geração a geração, ou de improviso. Encontrada particularmente em locais como a “estrada de Paulista”, entre esta cidade e Olinda, e na Ilha de Itamaracá.

COCA-COLA/FANTA – gay (Ex: Fulano é coca-cola)

COMER BROCHA – passar por apuros, por dificuldades (ex: Comi brocha para mudar o pneu do carro)

COMER O CARTÃO – Ser demitido, mandado embora.

CONFEITO – Balas ou outros docinhos

CONTRA-CHEQUE – Holerith

CORTAR JACA – estimular, ajudar o namoro de amigos ou parentes

CORÔCA – lagartixa (no interior de Pernambuco)

CRÉU – utilizado quando algo é muito difícil (ex.: Eita negócio difícil do créu)

CU-DE-BOI – problema infernal, cunfusão

CUVICO – Variação de cubículo. Pequeno cômodo.

Dicionário [B]

BACURAU – Último ônibus a passar na noite, também chamado de cata-corno. 2. Pássaro de hábitos noturnos. Também pode ser Camburão de Polícia.

BADOQUE – Estilingue, atiradeira.

BAITOLA – Viado

BANDA DE PÍFANOS – Zabumba. Composta por dois pífanos, caixa, bombo, tambor e pratos. Tocam em solenidades religiosas ou profanas.

BAQUE – queda.

BARROQUINHA – O mesmo que covinha (da bochecha)

BATORÉ – baixinho

BEXIGA – Utilizada em expressão de espanto. (Ex. Tá com a bexiga. Que calor da bixiga).

BICHINHO – Forma carinhosa de chamar alguem. ex: Ei bichinho, venha aqui

BIGU – pegar carona

BILA – bola de gude

BILIRO – grampo de cabelo

BILOCA/BIROCA – (ó) Pênis.

BISCOITO/BOLACHA – biscoitos são DOCES, enquanto bolachas são apenas as SALGADAS!

BITI-BITI – pereba, machucados

BIXIGA – Ver bexiga.

BIZU – dicas

BLUSA – Blusas, blusinhas femininas ou Camisas Masculinas.

BOLA DE MARRAIA – Bola de gude.

BOMBEIRO – frentista de posto de gasolina.

BORA – Oi

BORA/SIMBORA – significa vamos embora

BORBOLETA – Personagem do auto popular Pastoril. Na versão sacra, o pastoril é representado por adolescentes e crianças do sexo feminino e a Borboleta é vivida pela menina mais jovem de cada um dos cordões (Borboleta).

BORESTA – Fazer nada. (Ex: Ficar de boresta)

BORIMBORA – Vamos embora

BOROCOXÔ – algo sem muito valor, desgastado. Ex.: Esse livro ta muito borocoxô.

BORRÃO – bloco de rascunhos.

BOTAR CHIFRE – O mesmo que botar gaia . Ver gaia .

BOTAR GAIA – O mesmo que botar chifre. Ver gaia .

BRINCAR DE MESTRE VITALINO – alusão ao artesão de barro mestre Vitalino que significa o mesmo que defecar. (não existe qualquer sentido pejorativo ao eminente artesão pernambucano)

BRONCA – problema

BUGIGANGA – Quinquilharia, objeto de pouco ou nenhum valor.

BULIR – mexer em algo ou com alguem.

BULIÇOSO – aquele que gosta de mexer em tudo

—-

Veja também: Dicionário [A]

Dicionário [A]

A:

A BOLEU – Em grande quantidade, sem limite (Ex: Comprar a boléu)

A COMO É(|A COMÉ?|) – quanto custa (ex: A como é o quilo do tomate, seu Biu? Prá senhora é de graça, freguesa)

ABESTALHADO (|ABESTAIADO|) – bobo, besta, pateta.

ABILOLADO – (ver. abestalhado)

ACOCHADO – apertado (ex: Se aperreie não, doutor. Vou deixar os parafusos da roda do carro bem acochadinhos)

AFOLOSADO – frouxo, quebrado. Ex: Não sente na cadeira, doutor, que ela está afolosada!

AJEGADO – O sujeito que é bem dotado.

AGUADO – Diz-se do café sem açúcar

ALCATIFA – Carpete

ALISAR – Moldura do batente da porta

ALMA – Contração de Alma-ceboza

ALMA DE GATO – Sujeito que gosta de aprontar, tranquino, treloso.

ALMA-SEBOZA – Pessoa que tem maldade na mente (ex: Ladrão).

ALPERCATA(|ALPRECATA|) – sandália de couro

ALTEAR(|ALTIÁ|) – aumentar o volume da TV ou do aparelho de som

AMANSEBADO – Junto, Pregado, (ex: esses menino só vive amansebado!)

AMARRAR A CABRA – Embriagar-se, ficar de porre.

AMARRAR O JEGUE – ir embora.

AMOSTRADO – pessoa que gosta de aparecer, chamar a atenção.

APERREADO – Preocupado, com problemas, agoniado, situação de Stress, apoquentado, nervoso, em aperto financeiro.

E APOIS – e então

ARENGAR – Implicar, discutir, brigar

ARRASTA-PÉ – Forró

ARRETADO(1) – muito bom, excelente, maravilhoso (ex: Êta dicionário arretado)

ARRETADO(2) – irritado, com raiva de algo ou alguém

ARRIAR (1) – quebrar, não suportar,

ARRIAR (2) – descer, baixar (Ex: Fulano arriou as calças)

ARRIAR O BARRO – Cagar

ARRIBAR (1) – Subir

ARRIBAR (2) – Ir embora

ARRODEAR – dar a volta (ex: Mãe, o portão de casa está trancado. Arrodeia e entra pelos fundos, menino)

ARROMBADO (1) – é o cara que é o fodão, é o bonzão. Ver “Tampa de Crush”

ARROMBADO (2) – Bem, não precisa explicar né, o nome já diz tudo.

ASSANHADO – Pessoa empolgada, que chega junto das “muié”. Ex: Que menino mais assanhado, ja chega querendo me beijar!

AVALIE SÓ – interjeição equivalente a: imagine só, veja só.

AVEXADO – Apressado, afobado

AVEXAR – 1. Apressar, afobar. 2. Vexar, causar vergonha, humilhação.

AZUNHADO – Arranhado (por unhas ou não)

AZURETADO – confuso, no mundo da lua

ps:

PALAVRA(| x |), onde x é a pronúncia 😉

Dicionário

velho-do-sitio

  • Vou pra Terrra dos Quétu : Vou Dormir
  • ô caba réi, deixe de ser abeiudo?! : Oh Rapaz, Deixe de ser Curioso?!
  • Esse daí é passado na casca do alho…: Esse daí é experiente
  • ô mini réi mufino, parece que queima o caneco: Menino Muito Mole, parece que é homossexual
  • Eita que que meus cambite tao me matando!: Estou com muita dor nas pernas
  • Eita que meus pinhaçu tao me matando! : Estou com dor nas Costas
  • Ei cú de grude! Deixa de ser Arengueiro! : Ei menino sujo, deixa de ser tão encrenqueiro
  • Deixa de faniquite, sibite baliado!: Deixa de dar escandalo, magricela!